Total de visualizações de página

segunda-feira, 1 de maio de 2017


"Aquela noite, até as tantas, não dormiu. Sentada na sua cama, com os olhos na janela fechada, - Clarisse mais fechada que a janela - pensava no porquê do ocorrido. O aperto transbordando seu vazio, de forma a provocar várias bufadas. O peso que esmagava seu silêncio, de modo a produzir vários gemidos."  
#Casadecarne

5 comentários:

  1. Denso!...
    Gosto de encontrar-me em textos alheios... E que encontro!

    Insônia e o coração não para de pensar, tal como a mente não para de pulsar!... Sim, me vi assim "aí"...

    Beijos! =)

    ResponderExcluir
  2. Que bom, Nadine!
    Clarisse é uma personagem muito especial do meu próximo livro: "Casa de carne". Vc irá conhecê-la em breve : )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que delícia!
      Que venha seu livro!

      Beijos, boa semana! =)

      Excluir
  3. será que tem novo projeto no forno?

    sempre bom ler coisas com sentimento (com consentimento -rs).
    Esperando o que vem por aí.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

"E somente a alguns, a que tal graça se consente é dado lê-la..."