Total de visualizações de página

terça-feira, 24 de junho de 2014

Prudente.

   Você está saindo da minha vida da maneira como nunca entrou: definitivamente. Eu tentei te inserir, encaixar, introduzir, pela porta da frente. Mas você não se deixou. Eu abri minhas comportas, mas você se economizou, não gastou da sua essência o que eu deixei jorrar. Se manteve em conta gotas, baldeando minhas ondas, controlando em mililitros o mar. 
   Você está saindo da minha vida da maneira como nunca entrou: prudente. 


5 comentários:

  1. Oi Karine, depois de muito tempo, faço uma visita ao seu blog. Desculpe-me pela demora, faculdade, mudança de endereço e outros fatores me impediram de escrever e visitar outros endereços. Já curti sua página no FB. Espero visitá-la mais vezes. Beijos

    ResponderExcluir
  2. otimooooooooooooo!

    Passa no meu blog quando der, um beijo ♥
    http://kellencoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. WOW. Despida. Aberta. Sangrante.
    Adorei.

    ResponderExcluir
  4. Retribuo a visita e irei acompanhar!

    Beijo!

    ResponderExcluir

"E somente a alguns, a que tal graça se consente é dado lê-la..."