Total de visualizações de página

terça-feira, 24 de junho de 2014

Prudente.

   Você está saindo da minha vida da maneira como nunca entrou: definitivamente. Eu tentei te inserir, encaixar, introduzir, pela porta da frente. Mas você não se deixou. Eu abri minhas comportas, mas você se economizou, não gastou da sua essência o que eu deixei jorrar. Se manteve em conta gotas, baldeando minhas ondas, controlando em mililitros o mar. 
   Você está saindo da minha vida da maneira como nunca entrou: prudente.